Afastai vos de mim pois não vos conheço

Santo Agostinho - Liturgia Diária

A frase "afastai vos de mim pois não vos conheço" é conhecida como a resposta de Jesus Cristo ao pedido de uma multidão para que ele prove sua identidade como o Messias. A expressão é mencionada no Evangelho de Mateus, capítulo 7, versículo 23: "Então, eu lhes direi claramente: 'Eu nunca os conheci; afastem-se de mim, vocês que praticam o mal.'"

Essa resposta de Jesus é considerada uma afirmação forte da sua divindade e autoridade. Ele afirma que é o Filho de Deus e que só ele pode determinar quem é digno de estar em sua presença. É um aviso para aqueles que tentam se aproximar dele com más intenções ou com uma fé superficial.

A frase "afastai vos de mim pois não vos conheço" também é uma advertência para aqueles que se apegam a rituais religiosos ou a obras para serem salvos, em vez de se apegarem a Jesus. É um lembrete de que a salvação vem através da fé em Cristo e não através de nossas próprias ações.

Além disso, a resposta de Jesus é uma lição sobre a importância da verdadeira identidade. Ele afirma claramente que não conhece aqueles que praticam o mal, o que sugere que sua verdadeira identidade é revelada pelas suas ações e pelo seu caráter. É importante lembrar que somos todos conhecidos por Deus e que nossa identidade não é apenas o que dizemos ou como nos apresentamos, mas sim o que realmente somos em nossos corações.

Em resumo, a frase "afastai vos de mim pois não vos conheço" é um aviso para aqueles que tentam se aproximar de Jesus com más intenções ou com uma fé superficial. É uma lição sobre a importância da fé verdadeira em Cristo e da verdadeira identidade revelada pelas nossas ações e caráter. É um lembrete de que somos todos conhecidos por Deus e de que devemos buscar viver de acordo com os seus padrões.

Tesouro dos Fiéis - Saltério

Tesouro dos Fiéis