Quantas pessoas morreram no holocausto ao todo

Dia em Memória das Vítimas do Holocausto: cinco obras para ler em 2022 |  Metrópoles

O Holocausto foi um período sombrio da história da humanidade, durante o qual o regime nazista da Alemanha perseguiu e matou milhões de pessoas, principalmente judeus, mas também ciganos, homossexuais, pessoas com deficiência e opositores políticos. É difícil determinar com precisão quantas pessoas foram mortas durante o Holocausto, mas as estimativas variam de 5 a 6 milhões de judeus mortos e de 1 a 1,5 milhão de outros grupos perseguidos e mortos pelos nazistas.

Os nazistas utilizaram vários métodos para matar os seus inimigos, incluindo fuzilamentos, envenenamento com gás, fome e doença, trabalhos forçados e execuções sumárias. Muitas pessoas foram mortas em campos de concentração e campos de extermínio, onde eram submetidas a condições horríveis e tratadas como gado. Outras foram deportadas para campos de trabalho forçado em toda a Europa, onde também sofriam maus tratos e condições de vida precárias.

A maior parte das vítimas do Holocausto eram judeus, mas outros grupos também foram perseguidos e mortos pelos nazistas. Os ciganos foram um alvo especialmente visado, e estima-se que cerca de 500 mil ciganos tenham sido mortos durante o Holocausto. Os homossexuais também sofreram perseguição e violência durante o regime nazista, e muitos foram mortos ou enviados para campos de concentração. As pessoas com deficiência também foram consideradas "indesejáveis" pelos nazistas e foram mortas em grandes números.

O Holocausto foi um crime contra a humanidade sem precedentes e uma das maiores tragédias da história da humanidade. É importante lembrarmos das vítimas e honrarmos sua memória, para que nunca mais algo assim aconteça novamente. É também importante continuarmos a lutar contra o ódio e a discriminação em todas as suas formas, para garantir que a paz e a justiça prevaleçam.

Holocausto Brasileiro: Genocídio: 60 mil mortos no maior hospício do Brasil  | Amazon.com.br

Amazon