Movimento de reconceituação do serviço social

PDF) O SERVIÇO SOCIAL NO BRASIL: DAS ORIGENS À RENOVAÇÃO OU O

Movimento de Reconceituação do Serviço Social: uma reflexão crítica

O movimento de reconceituação do serviço social é um conjunto de correntes teóricas e práticas que visam a profundar a reflexão crítica sobre o papel e o sentido do serviço social na sociedade contemporânea. Esse movimento surgiu nos anos 1970, num contexto de crise e transformação nas relações sociais, políticas e econômicas, e tem como um de seus principais objetivos promover uma reformulação da identidade e da função profissional dos assistentes sociais.

  1. Origens e contexto histórico

O movimento de reconceituação do serviço social teve suas raízes na conjuntura política, social e cultural dos anos 1970, quando ocorreram importantes mudanças nas relações de poder, na estrutura econômica e nas formas de organização social. Nesse período, ocorreram intensas lutas sociais pelos direitos humanos, pela democracia, pelo desenvolvimento e pelo socialismo, que geraram importantes avanços e transformações na sociedade.

Ao mesmo tempo, ocorreu um processo de crise e de desacreditamento das instituições políticas e sociais tradicionais, incluindo o serviço social, que foi visto por muitos como uma instituição conservadora, assistencialista e pouco crítica. A partir disso, surgiu a necessidade de um processo de reflexão e de mudança na forma como o serviço social era entendido e praticado.

  1. As principais correntes teóricas

O movimento de reconceituação do serviço social abrange diferentes correntes teóricas e práticas, que se caracterizam por uma visão crítica e transformadora da realidade social. Algumas das principais correntes são:

  • O marxismo crítico: que destaca a importância da luta de classes e da emancipação social como objetivos fundamentais do serviço social.
  • O feminismo crítico: que busca compreender as desigualdades de gênero e promover a igualdade entre homens e mulheres.
  • O pensamento crítico latino-americano: que destaca a importância da luta contra a opressão e a exploração dos povos e dos movimentos sociais na América Latina.
  • O pós-modernismo crítico: que questiona as verdades absolutas e as narrativas dominantes, e defende a

PDF) Movimento de Reconceituação

Academia.edu