Ministra rosa weber

Ministra Rosa Weber é eleita presidente do STF; posse está marcada para  setembro - Portal CM7 Notícias

Ministra Rosa Weber: uma figura importante na Justiça Brasileira

A ministra Rosa Weber é uma figura importante na Justiça Brasileira, ocupando o cargo de ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) desde 2011. Ela é conhecida por sua atuação independente e por seu compromisso com a Constituição e os direitos fundamentais.

Formação e carreira

A ministra Rosa Weber é formada em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e possui mestrado e doutorado em Direito Constitucional pela Universidade de São Paulo (USP). Ela também possui especialização em Direito Internacional pelo Instituto Brasileiro de Direito Internacional (IBDI).

Antes de ser nomeada para o STF, a ministra Rosa Weber atuou como juíza federal e como ministra do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Ela também foi professora de Direito Constitucional em diversas universidades e autora de vários livros e artigos sobre o tema.

Atuação no STF

Desde que foi nomeada para o STF, a ministra Rosa Weber tem atuado em diversos casos importantes, destacando-se pela sua atuação independente e pelo seu compromisso com a Constituição e os direitos fundamentais. Ela tem votado de maneira contrária ao governo em alguns casos polêmicos, como a decisão que permitiu a investigação do então presidente Michel Temer por corrupção.

Além disso, a ministra Rosa Weber também tem se destacado por sua atuação em defesa dos direitos das mulheres, dos LGBTs e dos indígenas. Ela é considerada uma defensora dos direitos humanos e tem participado ativamente de discussões sobre questões polêmicas, como o aborto e o matrimônio homossexual.

Posição em relação às reformas

A ministra Rosa Weber tem se posicionado de maneira contrária a algumas das reformas propostas pelo governo, como a reforma da Previdência e a reforma trabalhista. Ela tem defendido que essas reformas são prejudiciais aos direitos dos trabalhadores e às garantias constitucionais.

Conclusão

A ministra Rosa Weber é uma figura importante na Justiça Brasileira, com uma atuação independente e comprometida com a Constituição e os direitos fundamentais. Ela tem se destacado por sua defesa dos direitos das mulheres, dos LGBTs e dos indígenas e tem se posicionado de maneira contrária a algumas das reformas propost

Maioria do Supremo mantém decisão de Rosa Weber de suspender emendas de  relator - Jornal O Globo

O GLOBO