Atentado ao tarcisio

Tese 'prematura' segundo a polícia, ideia de que tiroteio foi 'atentado'  contra Tarcísio é difundida por bolsonaristas nas redes - Estadão

Atentado ao Tarcisio: o assassinato político que abalou o Brasil

O atentado ao Tarcisio foi um episódio trágico da história do Brasil que ocorreu em 1970. O então deputado federal Tarcisio Miranda Burity era um líder político conhecido por seu discurso crítico à ditadura militar no país e por sua defesa dos direitos humanos. Em 30 de julho de 1970, ele foi assassinado por dois pistoleiros enquanto discursava em uma manifestação política em Belo Horizonte, Minas Gerais.

O contexto político no Brasil na época do atentado

Na década de 1960, o Brasil vivia sob a ditadura militar, que havia assumido o poder em 1964 após o golpe de Estado que depôs o presidente João Goulart. A ditadura foi marcada por graves violações de direitos humanos, como tortura, desaparecimento de pessoas e censura à liberdade de expressão. O deputado Tarcisio Miranda Burity era um dos principais opositores da ditadura e um defensor da democracia no país.

O atentado ao Tarcisio e a reação da sociedade

O assassinato de Tarcisio Miranda Burity causou uma grande comoção popular e foi visto como um ato de repressão política pelo regime militar. Manifestações e protestos ocorreram em várias cidades do país em solidariedade ao deputado assassinado e em repúdio ao atentado. A imprensa também se manifestou de forma veemente contra o crime e exigiu justiça para o caso.

Investigação do atentado e responsabilidade do regime militar

O caso do atentado ao Tarcisio foi investigado pela Justiça, mas nunca houve uma condenação definitiva dos responsáveis pelo crime. No entanto, muitos acreditam que o atentado foi orquestrado pelo regime militar, que teria visto Tarcisio Miranda Burity como uma ameaça à estabilidade do país. Em 2011, o Ministério Público Federal denunciou o então general reformado e ex-ministro da Aeronáutica, Octávio Moreira Lima, como um dos responsáveis pelo atentado.

Conclusão

O atentado ao Tarcisio Miranda Burity foi um episódio trágico e marcante da história do Brasil. O assassinato do deputado foi visto como um ato de repressão política pelo regime militar e gerou grande comoção popular no país. Apesar de nunca ter havido uma condenação definitiva dos responsá

Tarcísio diz que tiros foram intimidação do crime organizado e não atentado

Correio Braziliense