Tumor no colo do útero

Rastreamento do Câncer do colo do útero - YouTube

O tumor no colo do útero é um crescimento anormal de células na região do colo uterino, que é a parte inferior e mais estreita do útero. Ele pode ser benigno ou maligno, dependendo da natureza das células envolvidas. Os tumores benignos não são cancerosos e geralmente não apresentam riscos de disseminação para outras partes do corpo. Já os tumores malignos, também chamados de câncer, são mais perigosos, pois podem se espalhar para outros órgãos e tecidos.

O câncer do colo do útero é um dos tipos mais comuns de câncer feminino e pode afetar mulheres de todas as idades. No entanto, é mais comum em mulheres entre os 25 e os 35 anos de idade. Alguns fatores de risco para o desenvolvimento de câncer do colo do útero incluem infecção pelo papilomavírus humano (HPV), tabagismo, uso prolongado de anticoncepcionais orais, imunodeficiência e exposição a produtos químicos tóxicos.

O câncer do colo do útero pode ser diagnosticado através de exames de rotina, como o Papanicolaou (ou "Pap") e o exame de HPV. Esses exames são realizados para detectar alterações precoces nas células do colo do útero, o que pode ser sinal de um tumor benigno ou maligno. Se essas alterações forem detectadas, é importante realizar outros exames para confirmar o diagnóstico e avaliar a extensão do tumor.

O tratamento do câncer do colo do útero pode incluir cirurgia, radioterapia e quimioterapia, dependendo da etapa em que o câncer foi diagnosticado e do estado de saúde geral da paciente. A prevenção do câncer do colo do útero é possível através da vacinação contra o HPV, uso de preservativos durante o ato

Câncer do colo uterino – Oncominas

Oncominas