Editorial roberto marinho 1984

Os dias gloriosos da Globo e da Ditadura - A Verdade

O editorial de Roberto Marinho, publicado em 1984, foi um texto muito importante na época em que foi escrito, pois refletia a visão de um dos mais influentes empresários da mídia brasileira sobre a situação do país naquele momento. Naquele ano, o Brasil estava passando por uma grande transição política, já que o regime militar que havia governado o país por mais de 20 anos estava chegando ao fim e uma nova constituição estava sendo redigida.

No editorial, Marinho defendeu a necessidade de se estabelecer uma democracia forte e sólida no Brasil, capaz de assegurar o respeito às leis e às instituições. Ele também defendeu a liberdade de expressão e de imprensa, considerando que elas são fundamentais para o funcionamento de uma democracia saudável.

Marinho também destacou a importância da educação e da formação de cidadãos críticos e conscientes, capazes de participar ativamente da vida pública e de contribuir para o progresso e o desenvolvimento do país. Ele acreditava que a educação era o caminho para o futuro e que era preciso investir em ela para garantir um Brasil mais justo e desenvolvido.

Além disso, Marinho também abordou a questão da desigualdade e da pobreza no Brasil, defendendo a necessidade de se buscar soluções para esses problemas e de se promover a inclusão social. Ele considerava que era preciso garantir o acesso de todos à educação, à saúde e às oportunidades de trabalho para que o país pudesse se desenvolver de maneira equilibrada e justa.

Em resumo, o editorial de Roberto Marinho de 1984 refletia a preocupação do empresário com a situação do Brasil naquele momento e com o futuro do país. Ele defendia a democracia, a liberdade de expressão, a educação e a inclusão social como valores fundamentais para o desenvolvimento do país e para a construção de uma sociedade mais justa e equilibrada.

Rixa entre Míriam Leitão e Bolsonaro começou ao vivo em 2018

Terra